O Bairro do Amor

Uma varanda debruçada para a vida

sexta-feira, dezembro 03, 2004

Bizâncio Reinventada ou A Agonia da III República

Apeteceu-me abrir uma garrafa de champagne quando soube que o nosso Presidente tinha tomado a decisão de dissolver a Assembleia da República, e fazer cair por terra o desGoverno de Sacana Lopes. Palminhas! Só peca por tardia, a decisão.
Mas, pensando melhor, achei que ainda era cedo para festejos. Afinal, até que se possam realizar novas eleições, vão uns bons três meses, durante os quais será a mesma corja a desgovernar o país. Embora com limitações, ainda há muito mal para ser feito.
Por outro lado, a ideia de um governo liderado por José Sócrates, – o homem que consegue dar uma entrevista inteira, ao Expresso, sem utilizar as suas próprias palavras, – não me deixa respirar de alívio.
Será que esta instabilidade política só a mim é que traz um cheirinho a I República, com governos a sucederem-se a governos, ministérios que duram quatro dias e políticos canibais que se atacam uns aos outros dentro dos próprios partidos? Serei só eu a sentir o aroma bizantino?
E hoje fui surpreendido por mais duas notícias de deixar os cabelos em pé. Passo a transcrever:

«Pedro Santana Lopes terá sempre a possibilidade(...)de retomar o seu lugar como presidente da Câmara de Lisboa até ao termo do presente mandato autárquico,...»

«Alberto João Jardim está disposto, “a partir de agora”, a ir para Lisboa “meter o país em ordem”.»

E com isto fiquei sem palavras.

1 Comments:

  • At 9:33 da tarde, Blogger ludo said…

    Eu também não muito mais aliviado com a possível substituição de Sócrates por Santana...

    Desconhecia a notícia de que Santana pode voltar à Câmara. O único comentário possível: só mesmo nesta República das Bananas!

     

Enviar um comentário

<< Home