O Bairro do Amor

Uma varanda debruçada para a vida

sábado, dezembro 18, 2004

Corfu

"O verdadeiro lugar de nascimento é aquele em que, pela primeira vez, se lança um olhar inteligente sobre si mesmo: as minhas primeiras pátrias foram os livros."

Marguerite Yourcenar, in "Memórias de Adriano"




Há livros assim. Pegam em nós, sem aviso, e fazem-nos coisas e tocam-nos em sitios tão íntimos que não os podemos, nem conseguimos expôr. Não estou a falar de sexo, nem de violência, nem de qualquer coisa palpável.
Concedo que seja uma coisa minha. Talvez tenha lido coisas que falam de mim, ou de como me vejo, e por isso me tenha identificado tanto. Há momentos em que me parece que sou eu a falar, a pensar, a escrever. Em alguns momentos sinto-me em casa, encontro-me.
Li livros mais bem escritos, histórias mais bem estruturadas e interessantes. Mas "Corfu", de Robert Dessaix, ganha o Prémio Bairro do Amor para o Melhor Livro de 2004.

5 Comments:

  • At 3:39 da tarde, Blogger Kappa said…

    Deixaste-me curioso.
    Vou tentar identificar-me também...
    Já não leio um livro assim há muito tempo.
    Um abraço, boa semana.

     
  • At 1:48 da manhã, Blogger gin said…

    Ainda hoje releio com prazer "as memórias de adriano" e a "Obra ao negro" da yourcenar. Acho mesmo que são os únicos livros que já reli, ao longo da minha vida, diversas vezes e sem nunca me cansar
    abraço blogueiro

     
  • At 12:34 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Good design!
    [url=http://swqhpgcq.com/qlpj/kttp.html]My homepage[/url] | [url=http://lrvxginm.com/fyjo/uzsq.html]Cool site[/url]

     
  • At 12:34 da manhã, Anonymous Anónimo said…

  • At 12:34 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Thank you!
    http://swqhpgcq.com/qlpj/kttp.html | http://rgnzgfmi.com/cicz/grjy.html

     

Enviar um comentário

<< Home